Olimpíada: Nathasha Rosa, do levantamento de peso, é liberada para competir após tribunal rever suspensão por doping

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Nathasha Rosa, atleta brasileira do levantamento de peso, foi liberada pela divisão antidoping da Corte Arbitral do Esporte (CAS) para disputar a Olimpíada de Tóquio. Ela estreia na competição nesta sexta-feira, às 21h50 (horário de Brasília), na modalidade 49kg feminino.

Número 16 no ranking mundial e considerada a melhor pesista da América na categoria, Nathasha viajou ao Japão antes mesmo de o CAS rever seu caso. Embora já tivesse a suspensão por doping revogada, ela corria o risco de não competir, se o tribunal não liberasse.

No final de maio, a atleta teve dois "resultados analíticos adversos" para doping, um fora de período de competição e outro em exame realizado durante o Pan-Americano de Levantamento de Peso, na República Dominicana. Ela havia sido liberada em junho pela Agência Mundial de Testagem (ITA) e inscrita nos Jogos, mas ainda dependia do aval do CAS. Os árbitros consideraram que a substância hidroclorotiazida foi resultado de provável contaminação, por ser encontrada em doses muito baixas nas amostras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos