Olimpíada: seleção alemã abandona campo em amistoso contra Honduras, por conta de ofensa racista

·1 minuto de leitura

Durante um amistoso contra Honduras, em Wakayama, no Japão, neste sábado, a seleção alemã abandonou o campo cinco minutos antes do fim da partida, depois que o zagueiro Jordan Tourunarigha foi alvo de ofensas raciais.

A seleção de Honduras alega que tudo não passou de um mal entendido e não foi divulgado quem teria proferido as ofensas, mas o técnico da Alemanha, Herta Berlim, falou sobre o assunto e, de acordo com ele, o ocorrido foi bem explícito.

— Se um dos nossos jogadores sofre insultos racistas, não há opção de continuarmos jogando — declarou Berlim.

Pelo perfil oficial no Twitter, a seleção alemã reiterou o ocorrido.

“O jogo terminou cinco minutos antes, com o placar de 1-1. Os jogadores da Alemanha deixaram o campo depois que Jordan Torunarigha sofreu uma ofensa racial".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos