Olimpíada: Suécia volta a ser pedra no sapato e quebra sequência de 44 jogos de invencibilidade dos EUA no futebol

·1 minuto de leitura

A surpreendente derrota para a Suécia na estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na manhã desta quarta-feira, foi também o fim de uma invencibilidade de 44 partidas da seleção feminina dos Estados Unidos. A equipe não perdia desde janeiro de 2019.

As suecas têm sido uma pedra no sapato das norte-americanas. As atuais donas da medalha de prata foram responsáveis pela última eliminação dos Estados Unidos em grandes competições nos Jogos do Rio, quando bateram as rivais nos pênaltis, nas quartas de final.

Durante o período de invencibilidade, a Suécia foi uma das poucas seleções a conseguir pelo menos um empate contra as norte-americanas durante os 44 jogos sem derrota. Pelas circunstâncias do jogo, pode se dizer até que foram os Estados Unidos que arrancaram o resultado, graças a um pênalti marcado nos últimos minutos.

Hurtig, autora do terceiro gol da Suécia nesta quarta-feira, abriu o placar naquela partida amistosa, disputada no dia 10 de abril. Mas Rapinoe converteu a cobrança que deu números finais ao jogo: 1 a 1. As suecas seguem sendo a adversárias que os EUA não conseguiram vencer sob o comando de Vlatko Andonovski.

Os Estados Unidos voltam a campo no próximo sábado, contra a Nova Zelândia, em Kashima. No mesmo dia, a Suécia encara a Austrália.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos