Olimpíadas: Treinador do Brasil elogia sucesso de Douglas do vôlei nas redes, mas revela veto a postagens de cunho político

·2 minuto de leitura

TÓQUIO — O técnico da seleção brasileira de vôlei Renan dal Zotto contou que os jogadores de sua equipe foram orientados a não fazer postagens de cunho político em suas redes sociais durante os Jogos Olímpicos. Perguntado por O GLOBO, sobre o sucesso de Douglas Costas da redes sociais, ele explicou que o jogador virou um fenômeno e que está extremamente feliz pelo ponteiro. Mas que há regras:

— Qualquer coisa para funcionar bem tem de ter regras. Então, a primeira delas e vale para todos os jogadores... Tivemos alguns problemas externos, políticos, de ideologia, no passado. Isso ficou muito claro. Aconteceu, foi público (referência ao caso de Carol Solberg, que mandou um "Fora Bolsonaro", após uma partida do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia). A hora que está dentro da quadra, aqui fora, cara, não vamos entrar nessas questões. Questões políticas.

O treinador, no entanto, disse que está extremamente feliz com o sucesso de Douglas Souza. E disse que, de fato, o ponteiro não faz brincadeiras com ele.

— Ele virou um fenômeno. Eu acho isso legal e ele tem de curtir. Já demonstrou que tem maturidade e está recebendo nosso suporte. Filtrar os pedidos de entrevistas, estabelecer horários. Porque não podemos deixar a coisa andar solta. Até tal hora pode fazer isso ou aquilo, tem dia que não vai fazer nada... São muitas entrevistas. Mas stories está liberado! Ele curte isso e é legal . Tem gente que fica o dia inteiro no vídeo game e ele curte isso. Ele é um fenômeno, ele tem maturidade e está recebendo suporte para lidar com isso de forma tranquila.

— Vejo, mas não vejo todos porque tem muitos (risos). Gosto porque é ele, ele brinca com ele mesmo e o mais bacana é que o nosso convívio é saudável e isso o deixa à vontade também. Mas comigo ele não brinca, não... Eu não estou no quarto com ele como o Borges (risos). Estou feliz com o amadurecimento dele. Tem de deixar ele voar.

O treinador rasgou elogios ao jogador e disse que ele está pronto, completo, maduro e que pode ser titular se sua seleção em qualquer circunstância.

— O Douglas e um garoto sensacional. Ele é ele, desta forma, um cara sensível, um cara puro e tudo o que faz, faz de coração. Quando ele treina, treina com o coração. É um cara que cresceu tanto nos últimos anos, foi um campeão olímpico (em 2016) que não jogou, mas estava no grupo. E hoje ele é uma realidade, um dos melhores ponteiros do mundo — elogiou o treinador, lembrando que o ponteiro entrou na seleção do Campeonto Mundial de 2018, como melhor na posição ao lado de Micahel Kubiak (Polônia).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos