Olist oferece bolsas de estudo e vagas de emprego para pessoas trans

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Diversidade
    Diversidade
a young caucasian person, seen from behind, holding a transgender pride flag over his or her head against the blue sky
Bandeira transgênera é representada pelas cores azul, rolsa e branco (Getty Images)
  • Olist dá três bolsas de formação para pessoas trans

  • Cursos são sobre Desenvolvimento, Design e Dados

  • Participantes receberão apoio psicopedagógico e psicológico, além de mentorias individuais.

Em parceria com a educaTRANSforma, o Olist, plataforma de e-commerce, está dando três bolsas de formação em Desenvolvimento, Design e Dados para pessoas trans. O curso dura seis meses e começa em agosto deste ano. 

Leia também:

Objetivo

O objetivo é formar profissionais tecnicamente qualificados e a apoiar quem é transgênero em todo o processo de inclusão social. Desta forma, além da bolsa, os participantes receberão apoio psicopedagógico, psicológico, auxílio relacionado à saúde física e tratamentos hormonais, bem como mentorias individuais. 

Noah Scheffel, CEO do educaTRANSforma, lembra que apenas 10% das pessoas trans estão no mercado de trabalho e ficam à margem da sociedade. "É por isso que estamos capacitando-as com trilhas de tecnologia que incluem desenvolvimento de software, Backend; UX Design e Ciência de Dados", diz Scheffel.

As inscrições ainda não abriram, portanto é preciso ficar de olho na páginaanhe na página https://educatransforma.com.br.

Vagas em Curitiba

A empresa abriu duas vagas afirmativas em Curitiba, além das bolsas. A primeira é de Analista de Pré-Vendas, exclusiva para LGBTQIA+, e a segunda é para Assistente de Sucesso do Cliente, exclusiva para pessoas trans.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos