Omar Aziz diz que mensagem de Bolsonaro a apoiadores é “factoide”: “Está fissurado na eleição”

·2 min de leitura
  • Omar Aziz afirmou que Bolsonaro age apenas pensando na eleição do ano que vem

  • Segundo o senador, o presidente vive criando factoides para desviar atenção de seu governo

  • Bolsonaro teria convocado apoiadores para uma manifestação em 7 de setembro

Presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM) afirmou que a mensagem de Jair Bolsonaro (sem partido) a apoiadores não passa de um “factoide”. Por meio do WhatsApp, o presidente falou sobre a necessidade de um “contragolpe” e convocou bolsonaristas para uma manifestação em 7 de setembro.

“Estamos vivendo momento difícil no Brasil, muito complicado. Taxa alta de desemprego, inflação em dois dígitos, problemas na saúde, segurança pública, educação... E o presidente criando factoides", declarou em entrevista ao Yahoo!.

Leia também:

A suposta manifestação citada na mensagem, revelada pelo portal Metrópoles, teria como objetivo mostrar que tanto Bolsonaro quanto as Forças Armadas têm apoio suficiente para uma possível ruptura institucional.

Segundo o Metrópoles, Bolsonaro enviou a mensagem do número pessoal dele, diretamente para integrantes do governo e amigos. O texto é assinado por um grupo bolsonarista no Facebook, chamado “Ativistas direitas volver”.

Senador Omar Aziz em entrevista ao Yahoo! Notícias (Foto: Reprodução)
Senador Omar Aziz em entrevista ao Yahoo! Notícias (Foto: Reprodução)

Para Aziz, porém, trata-se de mais um artifício utilizado pelo presidente já mirando a eleição do ano que vem. Bolsonaro estaria agindo para desviar o foco de questões como a própria CPI e os escândalos recentes protagonizados por ele e sua família.

"O presidente usa isso para desviar o foco do que deveríamos discutir. É mais um factoide, uma fuga do debate político com conteúdo, para levar para o lado que interessa a ele, que é só a eleição. Ele está fissurado na eleição. As pautas dele são todas de cunho político, partidário e eleitoral."

"Essas pautas não interessam ao Brasil"

Outro "factoide" citado pelo senador foi a promessa de Bolsonaro de pedir o impeachment dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Aziz, inclusive, cobrou que Bolsonaro atue de forma mais firme em questões como o combate à Covid-19.  

"Ele quer manifestação em 7 de setembro para que? Falar ainda sobre voto impresso? Disse que vai ao senado pedir impeachment dos dois ministros. Essas pautas não interessam ao brasil. O que interessa é se conseguimos conter a Covid-19 e vacinar as pessoas. Ninguém está vendo o salário melhorar. Essas são pautas que o presidente deveria debater", argumentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos