Mortes por Ômicron chegam a 12 no Reino Unido; Brasil registra 19 casos oficialmente

·1 min de leitura
Foto: Ben Birchall/PA Images via Getty Images
Foto: Ben Birchall/PA Images via Getty Images

O número de mortes causadas pela ômicron subiu para 12 no Reino Unido, disse Dominic Raab, vice-primeiro-ministro britânico, nesta segunda-feira (20). Além disso, 104 pessoas estão hospitalizadas com a nova variante do coronavírus no país.

No domingo (19), Sajid Javid, secretário de saúde britânico, afirmou que a ômicron já é responsável por 60% dos casos na Inglaterra e 80% em Londres. Segundo ele, cerca de 5 milhões de pessoas, o equivalente a 10% da população britânica, ainda não se imunizaram.

Em meio à rápida disseminação da ômicron pelo mundo, alguns países têm tomado novas medidas de restrição. Israel, que já registrou 134 casos da variante, anunciou que vai proibir viagens para 10 países, sendo eles: Estados Unidos, Itália, Bélgica, Alemanha, Hungria, Marrocos, Portugal, Canadá, Suíça e Turquia.

Brasil tem 19 casos

De acordo com Ministério da Saúde, o Brasil chegou a marca de 19 casos confirmados da variante ômicron na última sexta-feira (17). Arnaldo Correia de Medeiros, secretário de Vigilância em Saúde, disse que 60% das notificações são de pessoas na faixa etária de 20 a 39 anos.

Dos 19 casos, 16 tinham o esquema vacinal completo contra a Covid-19, duas tinham apenas 1 dose e uma não apresentou informações sobre a vacinação. “No nosso país, devido a nossa vigilância genômica estabelecida, nós já temos 19 casos confirmados em 4 unidades federais. Desses 19 casos, 11 são pessoas do sexo feminino e 8 sexo do masculino", disse Medeiros.

Em 26 de novembro, a ômicron foi declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma “variante de preocupação”. Atualmente, ela está presente em 90 países e estudos indicam que ela é mais transmissível que a variante delta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos