OMS celebra Nisia Trindade no Ministério da Saúde de Lula: "Excelente"

OMS celebrou escolha de Lula para o Ministério da Saúde. (AP Photo/Eraldo Peres)
OMS celebrou escolha de Lula para o Ministério da Saúde. (AP Photo/Eraldo Peres)
  • OMS celebrou a nomeação de Nisia Trindade para o ministério da Saúde de Lula

  • Ex-presidente da Fiocruz é a primeira mulher a chefiar a pasta

  • Organização teve trabalho para lidar com os ministros do governo de Jair Bolsonaro

A nomeação de Nisia Trindade como nova ministra da Saúde do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi muito bem recebida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Depois de anos, o país volta a ter uma cientista para chefiar a pasta. Trata-se, também, da primeira mulher a liderar este ministério.

"Conhecemos Nísia muito bem, tem ampla experiência e espero que ela contribua significativamente", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, à coluna de Jamil Chade no UOL.

O dirigente foi além e classificou como "excelente" a escolha pela ex-presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entre 2017 e 2022.

Diretora-técnica OMS, Maria van Kerkhove também celebrou a chegada de Nisia ao ministério. "Damos as boas vindas ao novo governo e estamos ansiosos para trabalhar com Nísia."

O órgão mundial teve muitas dificuldades com Jair Bolsonaro (PL) e seus ministros da Saúde ao longo do mandato, especialmente na condução do combate à pandemia de Covid-19.

Bolsonaro chegou a ser chamado de "louco" pela alta-cúpula do órgão por seu comportamento negacionista e disseminador de fake news.

Talvez por isso, Ghebreyesus também exaltou o retorno de Lula à presidência do Brasil. "Sei do compromisso de Lula pela saúde, seu forte compromisso pela saúde para todos. Como OMS, queremos trabalhar de maneira próxima com ele, não apenas no Brasil, mas também no mundo."

Como estão sendo os primeiros dias do governo Lula?