OMS diz que China ainda subnotifica mortes por Covid-19, apesar de fornecer mais dados

GENEBRA (Reuters) - A China ainda está subnotificando fortemente a quantidade de mortes por Covid-19, embora esteja fornecendo mais informações sobre o surto no país, disse a Organização Mundial da Saúde nesta quarta-feira.

“Existem algumas lacunas de informações muito importantes que estamos trabalhando com a China para preencher”, disse a líder técnica da OMS em Covid-19, Maria Van Kerkhove. As infecções pelo coronavírus na China aumentaram depois que o país começou a suspender suas medidas rígidas de combate à doença em dezembro do ano passado.

(Reportagem de Raghav Mahobe em Bengaluru, Jennifer Rigby em Londres e Gabrielle Tetrault-Farber em Genebra)