OMS recomenda dose adicional da vacina contra Covid-19 para pessoas imunocomprometidas

·1 minuto de leitura
Logo da OMS na sede da entidade em Genebra

Por Stephanie Nebehay e Emma Farge

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou nesta segunda-feira uma dose adicional da vacina contra a Covid-19 para pessoas imunocomprometidas, citando o risco de infecções reincidentes em pessoas já vacinadas.

O Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização disse que a dose adicional deve ser oferecida "como parte de um esquema primário ampliado, uma vez que esses indivíduos estão menos propensos a responder adequadamente à vacinação após um esquema primário padrão de vacinação e apresentam alto risco de desenvolver a forma grave da doença".

A organização recomendou que pessoas com mais de 60 anos recebam uma dose adicional da vacina produzida pelas farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac cerca de 1 a 3 meses após completar seu esquema de vacinação, citando evidências em estudos na América Latina de que a eficácia das vacinas diminui ao longo do tempo. O grupo consultivo da OMS analisará todos os dados mundiais sobre doses de reforço na reunião de 11 de novembro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos