Oncologista brasileiro é eleito para conselho internacional do Instituto Weizmann de Ciência

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O oncologista Bruno Ferrari, fundador e CEO do Grupo Oncoclínicas, foi eleito membro do International Board do Instituto Weizmann de Ciência, em Israel.

Ele fará parte de um grupo que reúne cientistas de várias partes do mundo dedicados a estudos e pesquisas para o combate ao câncer.

O Grupo Oncoclínicas contribuiu com o banco de tumores do Instituto Weizmann, que atua para descobrir como os genes controlam o crescimentos dos tumores, além de definir tratamentos personalizados para os pacientes com câncer.

A companhia também participa de projetos de pesquisa e estudos coordenados pela professora Yardena Samuels, bióloga israelense e diretora do Instituto Ekard para Pesquisa de Diagnóstico de Câncer no instituto.