Onda de calor deve atingir costa leste e sul dos EUA pelo terceiro dia

Crianças brincam em fontes em Boston

(Reuters) - Uma onda de calor implacável era esperada na costa leste e sul dos Estados Unidos pelo terceiro dia nesta quinta-feira, e as temperaturas perigosamente altas provocaram alertas de meteorologistas sobre os perigos da desidratação e exposição.

Alertas e avisos de calor estavam em vigor da Carolina do Sul até partes da Nova Inglaterra, com índice de calor previsto em 41°C em Washington D.C. e perto disso na cidade de Nova York na quinta-feira, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS).

A onda de calor nos EUA segue as condições na Europa nesta semana que desencadearam incêndios florestais e estabeleceram temperaturas recordes no tipo de evento que os cientistas dizem que se tornará mais frequente com as mudanças climáticas.

O NWS e as autoridades locais pediram às pessoas que fiquem em casa, evitem atividades extenuantes e se mantenham hidratadas.

"Para reduzir o risco durante o trabalho ao ar livre... agende pausas frequentes para descanso em ambientes sombreados ou com ar condicionado", disse o NWS. "Qualquer pessoa atingida pelo calor deve ser transferida para um local fresco e sombreado."

O calor deve sufocar a Costa Leste durante o fim de semana, de acordo com o NWS.

Várias cidades emitiram emergências de calor e abriram centros de resfriamento em prédios públicos e pediram às pessoas que aproveitassem as piscinas públicas.

(Reportagem de Brendan O'Brien em Chicago)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos