Onda de frio: RS tem sensação de -20ºC e SP tem a madrugada mais fria do ano

Intensa onda de frio atípica para o mês provocou queda brusca nas temperaturas e jogou para baixo as sensações térmicas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. (Foto: REUTERS/Lucas Landau)
Intensa onda de frio atípica para o mês provocou queda brusca nas temperaturas e jogou para baixo as sensações térmicas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. (Foto: REUTERS/Lucas Landau)

A madrugada desta quarta-feira (18) foi de baixas temperaturas no Rio Grande do Sul, que registrou a sensação térmica de –20°C diante dessa intensa onda de frio. A serra gaúcha recebeu chuva congelada e até neve, e o governo do estado confirmou a primeira morte provocada pelo ciclone subtropical "Yakecan".

São José dos Ausentes, na Serra, chegou a marcar a temperatura de -2°C e sensação térmica de -20°C e também houve registro de neve.

Na cidade de Cambará do Sul, também na região serrana, nevou e marcou 1,7°C, com sensação de -8°C. Os dados são de medidores automáticos do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), divulgados pela Climatempo.

Com a chegada de uma tempestade subtropical, em algumas cidades do RS, os ventos já passaram dos 100km/h. Por conta disso, aula, funcionamento de shoppings e outras atividades foram interrompidas.

Nesta terça-feira, também por conta da tempestade, houve a confirmação da morte de um pescador que estava em uma embarcação que afundou na zona sul de Porto Alegre.

Em Porto Alegre, a temperatura mínima foi de 9,1°C, com sensação de 3,7°C. Os termômetros de outras 17 localidades também ficaram abaixo dos 10°C.

As cidades de São Francisco de Paula, Cambará do Sul e Canela registraram o fenômeno da chuva congelada.

Madrugada mais fria do ano em SP

Na região metropolitana de São Paulo, também na madrugada desta quarta-feira (18), o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) registrou temperatura de 5°C. Foi a menor temperatura registrada no ano.

De acordo com o órgão da Prefeitura de São Paulo, a sensação de frio foi negativa em algumas regiões da capital, chegando a ser de - 4ºC, por exemplo, na Zona Sul. Parelheiros, foi a região mais 'gelada' da cidade de São Paulo, com 5°C durante a madrugada.

Segundo o CGE, foram registrados ainda 6ºC em Marsilac e Capela do Socorro, no extremo Sul da capital. A mesma temperatura ocorreu em Perus, na Zona Norte de São Paulo, e na cidade de São Bernardo do Campo.

Ainda de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, 7ºC foi a temperatura média registrada nas primeiras horas da manhã desta quarta na capital paulista.

A sensação térmica foi negativa na região do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul, com -4ºC.

A Defesa Civil Municipal, por causa das baixas temperaturas, mantém a capital em estado de alerta desde a segunda-feira (16).

O CGE, aponta ainda que a previsão de temperatura máxima para esta quarta será de 14º C na capital. A presença do ar frio e seco inibe a formação de nebulosidade. O dia deverá ser ensolarado, com ventos que podem superar os 50 Km/h, o que aumenta a sensação de frio.

Já na quinta-feira (19) a previsão na cidade de São Paulo é temperatura mínima de 7º C ao amanhecer, com predomínio de sol, e máxima de 16º C à tarde. Ainda de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, não há previsão de chuva para a noite, mas haverá aumento de nuvens.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos