Onda de violência na Caxemira indiana

Estudantes enfrentam as forças de segurança em Srinagar, em 17 de abril de 2017

Dezenas de estudantes ficaram feridos nesta segunda-feira em confrontos com as forças de segurança na Caxemira indiana, uma nova onda de violência nesta região disputada entre Índia e Paquistão.

A polícia usou gás de lacrimogêneo contra os estudantes que protestavam em Srinagar, capital de verão do estado de Jammu e Caxemira, local do início dos protestos que chegaram a diferentes pontos do vale.

"Os estudantes protestam em algumas universidades. Estamos tratando da situação", declarou à AFP um comandante da polícia, que pediu anonimato.

A cordilheira himalaia da Caxemira está dividida entre Índia e Paquistão, reivindicam a totalidade cada. Desde a divisão de 1947, Nova Délhi e Islamabad disputam o controle da região, um conflito que inclui uma insurreição separatista na parte indiana.

Um grêmio estudantil proibido convocou os jovens da Caxemira a protestar contra "a regra da repressão e do medo", após o envio de policiais a um campus do distrito de Pulwama, uma operação que deixou pelo menos 60 jovens feridos.

A Caxemira indiana é cenário de grande tensão desde que a polícia e os paramilitares mataram oito pessoas em confrontos durante as eleições de 9 de abril.