ONG distribui barracas desmontáveis a moradores de rua para amenizar o frio

·1 minuto de leitura

A população em situação de rua de diversos trechos do Centro do Rio, como o Largo da Carioca, começou a receber nesta semana barracas desmontáveis para amenizar o frio nas noites em que os termômetros têm despencado. A iniciativa é da ONG Ores, que há mais de três anos leva o banho social e corte de cabelo para esse público, através de uma estrutura móvel montada sobre chassis de automóvel e de um ônibus adaptado.

Durante as ações, que acontecem sempre no fim da noite, os moradores de rua recebem ainda café quente ou chocolate, materiais de higiene pessoal e agasalhos. As barracas são feiras de vinil e fáceis de montar, desmontar e transportar.

Cada uma custa em torno de R$ 100 e foram adquiridas pela ONG com a ajuda de doações. Inicialmente foram encomendadas 30, sendo que esse número pode aumentar, conforme a receptividade.

— Não queremos de modo nenhum incentivar as pessoas a ficarem nas ruas. Mas, com esse frio que tem feito nos últimos dias, procuramos com essa ação amenizar a situação de quem não tem um teto — explica Ricardo Tavares, presidente da Ores.

Antes da distribuição, os voluntários fazem um cadastro das pessoas que serão atendidas. A prioridade é para famílias ou pessoas que perderam suas casas e foram obrigadas de ir para as ruas e, sobretudo, os que não tiveram condições de ir para um abrigo da prefeitura. Os beneficiados também não podem ser usuários de álcool e droga.

As barracas são totalmente fechadas, para evitar a entrada de friagem. Desmontadas e dobradas medem cerca de 40 centímetros e pesam em torno de 1,5km, podendo ser facilmente transportadas dentro de uma mochila.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos