ONS prevê alta de 1,3% na carga de energia em outubro; chuvas abaixo da média

·1 minuto de leitura
Distribuição de energia elétrica

SÃO PAULO (Reuters) - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) estimou nesta sexta-feira um aumento de 1,3% na carga de energia elétrica no Brasil em outubro ante o mesmo mês de 2020, conforme relatório semanal.

As projeções levaram em consideração a permanência do setor industrial em modo de expansão e a recuperação do segmento de serviços, explicou o órgão em nota.

O relatório aponta ainda para uma recuperação dos reservatórios do Sul que devem chegar ao fim de outubro com 35,6%, o que representa um incremento de quase 5%, ante os atuais 30,9% em que se encontram.

Já para reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste e do Nordeste a estimativa é que terminem o mês atingindo 12,6% e 26,1%, respectivamente. Os localizados na região Norte devem encerrar com 42,9% da capacidade.

O ONS projetou também chuvas em 57% da média histórica nas hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste, enquanto os reservatórios do Sul terão precipitações de 93% da média histórica no mês.

Para o Nordeste, as chuvas foram projetadas em 44% da média histórica.

(Por Roberto Samora; reportagem adicional de Marta Nogueira)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos