ONS prevê reservatórios vazios e ‘restrições no atendimento’ de energia no Brasil

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — Em uma dura nota técnica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que os reservatórios de pelo menos oito importantes usinas hidrelétricas localizadas nas regiões Sudeste e Centro-Oeste devem chegar a novembro, que marca o fim do período seco, praticamente vazios.

Nessa situação, chamada tecnicamente de “perda do controle hidráulico", o ONS alerta para "restrições no atendimento energético nos subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste". Quando há “perda do controle hidráulico", as usinas hidrelétricas são forçadas a parar por falta de água.

“Considerando-se as previsões de afluência (entrada de água nos reservatórios) obtidas com a chuva de 2020, prevê-se a perda do controle hidráulico de reservatórios da bacia do Rio Paraná no segundo semestre de 2021. Isso implicaria em restrições no atendimento energético nos subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste”, diz a nota do ONS.