ONU abre contatos com Turquia para formar grupo humanitário pela Ucrânia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
(Arquivo) O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, Martin Griffiths (AFP/Fabrice COFFRINI) (Fabrice COFFRINI)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, Martin Griffiths, anunciou nesta segunda-feira que viajará à Turquia para se reunir nesta semana com o presidente Recep Tayyip Erdogan, a fim de pressionar pela criação de um "grupo de contato humanitário" envolvendo a Ucrânia e a Rússia.

Esse grupo "se reuniria, convocado pela ONU, para discutir temas humanitários a qualquer momento, de forma virtual ou real, declarou em Nova York o chefe da área humanitária das Nações Unidas. Isso poderia incluir o monitoramento de cessar-fogo, rotas de passagem seguras, corredores humanitários e outras questões entre os dois lados em conflito desde a invasão russa à Ucrânia, em 24 de fevereiro, destacou.

Griffiths e o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, conversaram por telefone com Erdogan neste domingo para discutir a iniciativa.

A Rússia tem sido acusada nas últimas semanas de atacar civis na Ucrânia. Agências de ajuda alertaram para a necessidade de proteger e evacuar os civis atingidos pelo conflito.

Griffiths confirmou hoje que Moscou "não está colocando os acordos de cessar-fogo locais como prioridade em sua agenda". A Ucrânia aceitou a maioria das propostas humanitárias da ONU, mas a Rússia ainda não, indicou o diplomata.

prh/rle/st/to/llu/gm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos