ONU acredita que AIEA pode ir em breve à central nuclear de Zaporijia

ONU acredita que AIEA pode ir em breve à central nuclear de Zaporijia

A ONU está otimista sobre uma inspeção para breve da Central Nuclear de Zaporijia pelos técnicos da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

Os responsáveis da agência das Nações Unidas e da agência estatal russa de energia nuclear, Rosatom, reuniram-se na quarta-feira em Istambul.

O diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, referiu no Twitter "Importantes discussões técnicas" da missão iminente da AIEA.

A Rosatom, por seu turno, escrevia no seu site que os russos prestariam apoio logístico à missão de peritos "assim que a situação militar no local o permitisse".

As forças russas ocupam a central nuclear de Zaporijia, a maior da Europa, desde março, pouco depois do início da invasão da Ucrânia a 24 de fevereiro.

Os ataques na zona da central intensificaram-se nas últimas semanas. Rússia e Ucrânia têm-se acusado mutuamente, fazendo crescer os receios de uma catástrofe nuclear.

Moscovo tem rejeitado os apelos internacionais para criar uma zona desmilitarizada em torno da central e chegou a ameaçar desligar a central.

Kiev acusa a Rússia de "chantagem nuclear" e o presidente Zelenskyy propôs que o controlo da central nuclear de Zaporijia fosse transferido para a agência das Nações Unidas.