ONU envia comboio para retirar civis de Azovstal; Ucrânia acusa Rússia de romper trégua

A ONU anunciou nesta quinta-feira o envio de um novo comboio para resgatar os civis da siderúrgica Azovstal, último reduto da resistência ucraniana em Mariupol, apesar de Kiev acusar Moscou de não ter respeitado uma trégua unilateral que tinha prometido para facilitar a evacuação. De acordo com o primeiro-ministro ucraniano, Denis Shmyhal, a situação na usina é 'crítica'.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos