M5S e Liga decidem "nas próximas horas" quem será novo premiê italiano

Roma, 19 mai (EFE).- O líder do Movimento 5 Estrelas (M5S), Luigi di Maio, afirmou neste sábado que nas próximas horas será fechado um acordo sobre quem será o novo primeiro-ministro da Itália, que liderará um governo integrado por este partido e pelo ultradireitista Liga Norte (LN).

"Nas próximas horas, portanto, neste fim de semana, desfaremos também o nó do primeiro-ministro, e depois decidiremos a equipe de governo", declarou Di Maio em Ivrea, no norte do país, em uma entrevista coletiva sobre o programa conjunto com a LN.

O líder do M5S se recusou a especular nomes e se limitou a dizer que será "uma pessoa amiga do povo".

Durante este fim de semana, Di Maio se reunirá com o líder da LN, Matteo Salvini, que pretende que nenhum dos dois seja o novo premiê e pediu ao líder do partido parceiro para que adote a mesma posição.

Di Maio além disso defendeu que o acordo com a LN "não é uma aliança" e envolve "duas forças políticas alternativas" que se uniram em um programa para melhorar a vida dos italianos.

Os dois partidos apressam a indicação do novo primeiro-ministro e a divisão de ministérios para apresentar seu plano de governo já na segunda-feira ao presidente da República, Sergio Mattarella.

O documento, que tem entre os tópicos críticas à União Europeia, expulsão de imigrantes e redução de impostos, foi submetido à votação de militantes das duas legendas.

O M5S realizou sua consulta pela internet na sexta-feira, e mais de 94% de seus filiados aprovaram o texto. Já a LN optou por votação em urnas em mil mesas por toda a Itália, que permanecerão abertas até as 20h (hora local; 15h de Brasília) de amanhã. EFE