ONU tenta novamente retirar civis de Mariupol

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Vista aérea mostra bombardeio no complexo siderúrgico Azovstal, em Mariupol
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - Uma terceira operação está em andamento para retirar civis da cidade portuária ucraniana de Mariupol e da usina siderúrgica de Azovstal, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, ao Conselho de Segurança da ONU nesta quinta-feira.

Até agora, a ONU e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) ajudaram quase 500 civis a fugir da área durante duas operações na semana passada. Guterres se recusou a dar detalhes sobre a nova operação "para evitar minar um possível sucesso".

"Espero que a coordenação contínua com Moscou e Kiev leve a mais pausas humanitárias para permitir que os civis passem a salvo dos combates e que a ajuda chegue àqueles em necessidade crítica", disse Guterres ao Conselho de Segurança de 15 membros.

"Devemos continuar a fazer todo o possível para tirar as pessoas dessas paisagens infernais."

(Reportagem de Michelle Nichols)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos