Onze mortos em atentados no norte da Síria

·1 minuto de leitura
Equipes de resgate trabalham no local de uma explosão na cidade de Azaz, no norte da província síria de Aleppo

Onze pessoas, incluindo seis civis, morreram neste domingo (31) nas explosões de dois carros-bomba na zona norte da Síria controlada pela Turquia, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

O primeiro ataque, que matou seis civis, incluindo uma menina, ocorreu em um centro cultural na cidade de Azaz, de acordo com esta organização com sede no Reino Unido.

Um repórter da AFP no local viu um carro em chamas e um homem fugindo do local da explosão carregando o que parecia ser uma criança envolta em um pano ensanguentado.

No segundo ataque, um carro-bomba matou cinco combatentes em um posto de controle dos rebeldes pró-turcos perto da cidade de Al Bab, de acordo com o OSDH.

As áreas do norte da Síria controladas pelas forças turcas e seus aliados sírios costumam ser alvos de atentados.

Embora ninguém os reclame, a Turquia frequentemente culpa os combatentes curdos, a quem acusa de serem "terroristas" ligados ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Iniciada em 2011, a guerra na Síria se complicou nos últimos anos com a participação de potências estrangeiras e o surgimento de grupos jihadistas.

O conflito causou mais de 387.000 mortes e obrigou milhões de pessoas a fugir de suas casas.

pho-ah/fz/tjc/mis/mr