Onze países americanos vacinaram menos de 40% da população contra covid-19

Onze países das Américas vacinaram menos de 40% da população contra a covid-19, informou nesta quarta-feira a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), que relata um crescimento de novos casos na região, sobretudo no México.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), à qual está vinculada a Opas, estabeleceu como meta imunizar 70% da população de cada país.

"Até agora, 16 países e territórios de nossa região cumpriram este objetivo" e outros estão perto, como Colômbia, Bermudas e El Salvador, que "chegaram a pelo menos 65%", afirmou Carissa Etienne, diretora da Opas, em entrevista coletiva.

Vinte e quatro países estão tentando atingir a meta e 11 ainda precisam chegar a 40%, acrescentou.

Na semana passada, a região registrou mais de 1,2 milhão de novos casos de covid-19, um aumento de 11% com relação aos sete dias anteriores, e 4.069 mortes, um crescimento de 19,4%.

O aumento tem sido muito significativo no México, com um crescimento de 71% dos casos, enquanto o número de novas infecções na América do Sul foi de 20% e no Caribe de 3,7%.

A América Central foi a única sub-região que notificou uma tendência de baixa, com uma redução de 32% dos casos de covid-19 e uma queda de 36% das mortes, informou Etienne.

"Estamos em um momento da pandemia no qual devemos olhar para o longo prazo" e integrar a vacinação contra a covid-19 nos programas nacionais de imunização, disse.

"Este vírus não vai desaparecer logo e os casos recentes de varíola do macaco e de hepatite aguda mostram que devemos responder rapidamente quando há um novo risco no horizonte", afirmou, enfatizando que a região sofre um déficit de 600.000 profissionais de saúde pública.

A Opas contabiliza 230 casos de varíola do macaco nas Américas, sobretudo nos Estados Unidos e Canadá, mas também em Argentina, Brasil e México.

erl/dg/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos