Onze pessoas são mortas em massacre em Montenegro, diz promotora

Parente de uma vítima fala ao telefone em frente a um hospital da cidade após massacre em Cetinje, Montenegro

CETINJE, Montenegro (Reuters) - Onze pessoas foram mortas, incluindo duas crianças e um homem armado, em um massacre em Montenegro nesta sexta-feira, e outras seis ficaram feridas, afirmou uma promotora pública à Vijesti TV, após uma investigação inicial da cena do crime.

O diretor da polícia de Montenegro, Zoran Brdjanin, disse que aproximadamente às 15h30 (horário local), um homem de 34 anos usou um rifle de caça para matar dois irmãos, um de oito anos e outro de 11 anos, e feriu a mãe, que morreu posteriormente em uma instalação médica.

“A família estava morando na casa do atirador como inquilina”, disse Brdjanin. Ele disse que o motivo do massacre ainda não era conhecido e não deu o nome do atirador, mas afirmou que suas iniciais eram V.B.

O assassino saiu da casa e matou outras sete pessoas. Em um tiroteio com a polícia, um policial ficou ferido, disse Brdjanin.

“Quando chegamos à cena, vimos nove corpos, incluindo duas crianças, e outras duas pessoas morreram a caminho do hospital”, afirmou a promotora Andrijana Nastic à Vijesti TV.

“Posso apenas dizer que o atirador foi morto por um cidadão (civil)”, disse Nastic. Mais cedo, a imprensa havia publicado que a polícia havia matado o atirador.

(Reportagem de Stevo Vasiljevic em Cetinje e Ivana Sekularac em Belgrado)