Bombardeios nos arredores de Damasco deixam 16 civis mortos e 50 feridos

Cairo, 25 mar (EFE).- Bombardeios contra a cidade de Hamuria, ao leste da capital da Síria, Damasco, deixaram 16 mortos e outros 50 feridos neste sábado, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos, um número que pode aumentar porque há vários desaparecidos.

O Observatório alertou que vários dos civis feridos estão em estado grave e que ainda não se sabe o número exato de mulheres e crianças entre as vítimas.

Além disso, a ONG destacou que o "massacre" ocorre durante o aumento dos bombardeios sobre a região de Ghouta Oriental, que fica ao nordeste de Damasco, por parte das forças leais ao regime do presidente da Síria, Bashar al Assad.

Ghouta Oriental é o principal reduto da oposição nos arredores da capital e tem sido alvo de intensos ataques aéreos e de artilharia do Exército da Síria.

Nesta semana, facções rebeldes e islâmicas lançaram uma ofensiva para recuperar o bairro de Yobar, no nordeste da capital, que se tornou palco de combates e bombardeios nos últimos dias.

Também foram registrados confrontos nos bairros vizinhos de Barze e Al Qabun, assim como na cidade de Harasta, localizada também na região de Ghouta Oriental. EFE