Operação contra crime organizado deixa 25 mortos em Minas Gerais

·1 min de leitura
Uma rua isolada em Araçatuba, onde um assalto a banco espetacular ocorreu em 30 de agosto de 2021 (AFP/Lazaro Jr.)

Vinte e cinco supostos integrantes de uma quadrilha especializada em assaltos a banco morreram neste domingo (31) em uma grande operação policial na cidade de Varginha, em Minas Gerais.

“São 25 criminosos mortos, não há feridos”, informou à AFP uma fonte da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A identidade dos falecidos não foi divulgada.

Na operação, 50 agentes invadiram duas chácaras onde "membros de uma organização criminosa especialista em roubos a bancos e caixa eletrônicos" preparavam os assaltos a várias agências do município.

Em uma das chácaras, os confrontos com a polícia deixaram "18 mortos". Outros sete morreram na abordagem do segundo local. Não houve vítimas entre as forças de segurança.

"No momento da abordagem, (...) fomos recebidos a tiros, pelo que os militares precisaram revidar a injusta agressão para proteger sua vida", declarou em coletiva de imprensa o tenente-coronel Rodolfo Morotti Fernandes, comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM de Minas.

“Provavelmente é a maior operação referente ao novo cangaço aqui no país. Muitos infratores fariam um roubo a banco e foram surpreendidos pelo nosso serviço de inteligência”, disse a capitã Layla Brunnela, da Polícia Militar.

Durante a operação, foi apreendida uma grande quantidade de armas, munições, coletes à prova de balas e vários veículos roubados.

De acordo com a PRF, esse tipo de gangue costuma usar veículos roubados (que geralmente são incendiados) para bloquear as ruas após assaltos a bancos e dificultar a perseguição policial.

"Pelo nível de organização, pelo material utilizado, pela quantidade de agentes, pela quantidade de veículos, se trata de uma grande quadrilha. Com certeza não são amadores que se juntaram", afirmou o tenente-coronel.

jm/lm/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos