Operação da polícia civil interdita onze ferros-velhos na Baixada Fluminense

Uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) contra o furto e receptação de equipamentos de concessionárias de serviço público, que acontece nesta quinta-feira, interditou até o momento, onze ferros-velhos na Baixada Fluminense. Os responsáveis pelos estabelecimentos foram conduzidos à delegacia. Segundo a polícia, o foco da operação é a cadeia criminosa, desde os comércios (ferros-velhos) até os receptadores dos materiais roubados, e tem como objetivo evitar a reicindência desse tipo de crime, que afeta o cotidiano da população que depende do serviço.

A ação é um desdobramento da operação "Caminhos do Cobre", no reforço ao combate a esse tipo de crime. De acordo com a investigação da polícia civil, os ferros-velhos alvos da operação atuam como fornecedores de grandes recicladoras, sendo os primeiros a adquirirem os materiais roubados das empresas de prestação de serviço público.

A DFR faz a fiscalização da procedência dos materiais comercializados e também verifica a regularidade e o cumprimento de normais ambientais pelos estabelecimentos com apoio da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e da Delegacia de Defesa de Serviços Delegados (DDSD). Também participam da operação delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e do Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB), além de peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), e o Disque Denúncia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos