Operação da Polícia Civil prende três PMs suspeitos de envolvimento com a milícia na Zona Norte do Rio

·1 minuto de leitura
Foto: Custódio Coimbra / Agência O Globo

RIO - Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) realizaram uma operação, nesta sexta-feira, para cumprir mandados de prisão contra milicianos e traficantes do Complexo de Israel, que engloba comunidades dos bairros de Cordovil, Parada de Lucas e Vigário Geral, na Zona Norte do Rio. A ação tinha como objetivo prender criminosos da região e os responsáveis pela morte de dois homens, em junho deste ano. Três policiais militares foram presos acusados de envolvimento no crime.

Os agentes cumpriram três mandados contra os PMs e dois contra traficantes do local. Um dos homens procurados pela polícia é conhecido como "Peixão", e é chefe do tráfico de drogas no Complexo de Israel. Segundo as investigações, traficantes e milicianos disputam o controle da região, mas houve um acerto da organização criminosa com o grupo paramilitar que acabou gerando um racha entre os milicianos, desencadeando uma disputa armada pelo domínio de territórios.

No combinado, os traficantes ficariam responsáveis pelo controle da venda de drogas, enquanto os milicianos gerenciam a venda de serviços ilegais para a população. A polícia identificou que taxas indevidas eram cobradas de comerciantes e moradores, além do fornecimento irregular de internet e TV a cabo piratas, água e gás.