Operação especial de policiais federais do Rio afetou 13 voos que saíam do Aeroporto do Galeão

Policiais federais do Rio de Janeiro fizeram, nesta quarta-feira, operação especial no Aeroporto do Galeão. Cerca de 13 voos nacionais e internacionais passaram por vistoria criteriosa da PF, segundo balanço do sindicato local. O recrudescimento das atividades, estratégia já adotada pela Receita Federal em portos e aeroportos, atrasa o embarque de passageiros e, portanto, as decolagens.

Assim como no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul também registraram operações especiais nesta semana, adotadas como forma de pressionar o governo federal para enviar ao Congresso Nacional um projeto de lei que reestrutura as carreiras da corporação — promessa feita pelo presidente Jair Bolsonaro ainda em 2021.

Movimento similar é realizado por servidores da Receita Federal desde o começo do ano, pela operação padrão. Nesse caso, o objetivo é retardar atividades de fiscalização de remessas em portos e entradas e saídas nas fronteiras brasileiras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos