Operação prende suspeito de ser mandante da morte de estudante da UFRJ

·1 minuto de leitura
Foto: Arquivo pessoal

Apontado como um dos supostos envolvidos numa quadrilha de traficantes de classe média alta, Denner Dias Barcia Alves, de 28 anos, foi preso ontem num imóvel na Lagoa, na Zona Sul do Rio. Segundo um inquérito que tramita na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Denner é suspeito de ser o mandante da morte do estudante da UFRJ Marcos Winícius Tomé Coelho, de 20 anos.

Denner foi preso após operação conjunta de agentes da DHBF e da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Segundo a polícia, ele teria tentando fugir do cerco, se escondendo na casa de máquinas de um elevador. Com ele a polícia encontrou uma mochila com nove tabletes de maconha. Munição de revólver, balanças de precisão e um coldre também foram apreendidos. A polícia já havia prendido outro suspeito do crime, na semana passada.

Investigações revelam que Marcos teria participado de uma negociação para a encomenda de uma carga de skank, de R$ 80 mil. Quando a droga ia ser entregue, em Copacabana, homens de outro bando assaltaram o traficante que faria a entrega e levaram a carga. A polícia acredita que Marcos tenha sido vítima de vingança.