Operação Réveillon: Bombeiros do Rio reforçam segurança na virada do ano por terra, água e ar

O Corpo de Bombeiros vai reforçar o atendimento à população em todo o estado na virada do ano. A Operação Réveillon da corporação será ativada na tarde do próximo sábado, com o empenho extra de militares, viaturas, embarcações e aeronaves, para garantir a segurança dos festejos.

Cerca de 500 bombeiros estarão organizados em grupos de intervenção rápida e grupos táticos avançados que vão atuar nas principais áreas de concentração de público do território fluminense, em apoio aos profissionais de plantão no serviço ordinário das unidades operacionais. O objetivo do plano tático do Corpo de Bombeiros é diminuir o tempo-resposta no caso de incidentes que ocorram nas imediações dos locais de eventos.

— Neste ano, os Bombeiros trazem novidades para cuidar da população. Pela primeira vez, teremos dois helicópteros aeromédicos e mais dois de resgate operando durante a noite de réveillon. Inclusive, um deles ficará ficará exclusivamente patrulhando a orla de Copacabana durante toda a noite — anunciou o secretario de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Leandro Monteiro.

A corporação ainda vai empregar mais de 50 viaturas, drones, veículos de salvamento e combate a incêndio, ambulâncias, motocicletas, quadriciclos, pickups, lanchas, motos aquáticas e botes durante toda a noite de réveillon.

Mais de 270 militares vão compor as equipes de combate a incêndio, salvamento e atendimento pré-hospitalar que farão a segurança do público que vai acompanhar o réveillon em Copacabana. Desses, 82 são guarda-vidas, que estarão dedicados à prevenção de afogamentos e de acidentes marítimos, com auxílio de dez motos aquáticas e um bote. A força-tarefa também vai contar com nove quadriciclos e motocicletas, três ambulâncias, 12 pickups e quatro caminhões multifuncionais para atendimento a emergências no entorno do evento.

Ainda na capital, outros 133 militares estarão a postos em locais onde há previsão de reunião de público como Botafogo, Flamengo, Ipanema, São Conrado, Parque Madureira, Piscinão de Ramos, Igreja da Penha, Ilha do Governador, Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Barra de Guaratiba, Paquetá e Sepetiba. Os recursos também incluem 3 embarcações e 18 viaturas.

Em outras regiões do Estado, como Maricá, Niterói, Macaé, Rio das Ostras, Cabo Frio e Araruama, há previsão de cerca de 80 bombeiros extras posicionados em pontos estratégicos, com apoio de uma embarcação e 6 viaturas.

— O Corpo de Bombeiros do Rio estará a postos, com potência máxima, para pronta resposta a possíveis incidentes na virada do ano em todo o estado. Montamos uma força-tarefa para reforçar nossos atendimentos em virtude do aumento da demanda da data festiva, que este ano tem previsão de público recorde — afirmou o coronel Leandro Monteiro.