Operações em comunidade carioca deixam 3 mil alunos sem aula e ônibus queimados

Felippe Flehr*

Uma operação policial realizada na manhã de hoje (2) na Cidade Alta, em Cordovil, zona norte do Rio, deixou mais de 3,1 mil alunos sem aula, informou a Secretaria Municipal de Educação (SME). Além disso, vários ônibus foram incendiados. Sete escolas, cinco creches e um espaço de desenvolvimento infantil (EDI) da região estão fechados devido ao risco de tiroteio.

A Polícia Militar disse que foi acionada em razão de um intenso tiroteio entre criminosos na Cidade Alta. A ação conta com policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do 16°BPM, de Olaria, e do 22°BPM, da Maré. Já o Batalhão de Ações com Cães está em Parada de Lucas. Até o momento, a PM informa que já prendeu 26 pessoas e apreendeu 17.

Perto dali, vários ônibus foram incendiados. Pelo menos dois coletivos foram queimados na Avenida Brasil, em frente à Cidade Alta; um na Avenida Bulhões Marcial; um na Avenida Paris e três na Rodovia Washington Luís (BR-040). O Corpo de Bombeiros está a postos para combater o fogo. Com toda a movimentação, há um grande engarrafamento na Avenida Brasil. O Centro de Operações do Rio está em estágio de atenção, devido aos problemas no trânsito.

*Estagiário sob supervisão da editora Denise Griesinger

**Matéria ampliada às 11h57