Operador de empilhadeira morre após veículo cair sobre ele em mercado em SP

ALFREDO HENRIQUE
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O operador de empilhadeira Matheus Aparecido Santos da Silva, 20 anos, morreu após perder o controle de seu veículo de trabalho, que acabou caindo sobre o rapaz, por volta das 12h deste domingo, em uma unidade do Carrefour na região do Limão (zona norte da capital paulista). Logo após o acidente, policiais militares foram à área de recebimento de mercadorias do comércio, onde foram informados por testemunhas sobre o que havia acontecido. Os relatos indicam que Silva perdeu o controle da empilhadeira que guiava, quando descia uma rampa. O veículo, ainda segundo as testemunhas, caiu sobre a vítima, que permaneceu no local até a chegada dos bombeiros, constatando a morte da vítima ainda no local. A Polícia Técnico-Científica analisou o local, para contribuir na investigação do caso, registrado no 13º DP (Casa Verde) como morte acidental. O Carrefour afirmou em nota (leia íntegra abaixo) que, logo após o acidente, acionou os bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O local onde houve o acidente, acrescentou, foi isolado para o trabalho pericial da Polícia Científica. "Em respeito aos familiares e colegas de trabalho do colaborador, as operações foram suspensas e a loja fechada durante o domingo", diz trecho de nota. A empresa afirmou também prestar "o suporte necessário" à família do colaborador, sem especificar como, além de oferecer apoio psicológico. * Leia nota na íntegra: "É com grande pesar que informamos o falecimento de um colaborador nosso na loja Limão, decorrente de um acidente na área de estoque com uma empilhadeira. O colaborador trabalhava como operador de loja. Imediatamente após ao acidente, prestamos o atendimento inicial e acionamos o Corpo de Bombeiros e o SAMU. O acesso à vítima e ao local do acidente ficou restrito à pedido da Polícia para a realização da perícia. Em respeito aos familiares e colegas de trabalho do colaborador, as operações foram suspensas e a loja, fechada durante o domingo. Estamos à disposição das autoridades para contribuir com as investigações. Neste momento de imensa dor, estamos em contato com a família, dando todo o suporte necessário e também apoio psicológico."