Oposição da Venezuela diz que precisa se reconstruir após expressiva derrota eleitoral

·1 min de leitura
Líder de oposição da Venezuela Juan Guaidó

Por Vivian Sequera e Mayela Armas

CARACAS (Reuters) - A oposição venezuelana precisa se reconstruir e refletir sobre sua estratégia após sofrer uma pesada derrota nas eleições regionais do fim de semana, afirmou o líder de oposição Juan Guaidó nesta segunda-feira, pedindo união entre as fragmentadas lideranças do movimento.

O Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela declarou a vitória do Partido Socialista em 20 disputas para governador, e afirmou que os políticos de oposição venceram apenas três, de acordo com resultados iniciais de domingo.

Os principais partidos de oposição haviam boicotado as eleições presidenciais em 2018 e a eleição para o Congresso em 2020, argumentando que uma eleição justa seria impossível por causa da interferência do governo do presidente Nicolás Maduro e das gangues leais a ele.

Mas os políticos de oposição decidiram voltar às urnas, com frustrações sobre o fracasso das sanções para remover Maduro do poder apesar do longo tempo de dificuldades sociais e econômicas.

A eleição de domingo foi vista como um teste de força antes das eleições presidenciais marcadas para 2024. A oposição também foi encorajada pela presença de observadores internacionais da União Europeia.

Um relatório preliminar da missão deve sair na terça-feira, mas não há informações sobre grandes interrupções.

Guaidó, o ex-presidente do Congresso que é reconhecido pelos EUA e seus aliados como líder legítimo da Venezuela, disse nesta segunda-feira que a oposição precisa "se reconstruir" após um resultado decepcionante.

"Hoje uma nova fase está se iniciando", disse Guaidó. "Hoje é um dia para refletir sobre nossa liderança (...) não é hora de brigas ou egoísmo entre os líderes políticos".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos