Oposição síria elogia ataque dos EUA e "atos que protejam civis"

Riad, 7 abr (EFE).- A Comissão Suprema para as Negociações (CSN), principal aliança opositora síria, elogiou nesta sexta-feira o bombardeio dos EUA contra a base militar síria de El Shayrat em Homs e qualquer ato "que proteja os civis ".

"Apoiamos qualquer ato que proteja os civis e acabe com os crimes de (Bashar) Al-Assad e de seus aliados", disse o porta-voz da CSN, Salem al Muslit, em um comunicado distribuído em Riad.

Al Muslit afirmou que a intervenção dos EUA na zona dará impulso à "operação política", em alusão às negociações de paz.

O porta-voz apontou que o ataque é uma resposta aos "crimes" de Assad e às "mentiras" de seus aliados e o considerou como "o começo real" da luta contra o "terrorismo" do regime sírio.

Segundo o porta-voz opositor, os crimes do regime sírio contra seu povo "não são menos atrozes" e lembrou o bombardeio químico contra a cidade de Khan Sheikhun, na província setentrional síria de Idleb, considerando que "merecia uma resposta".

Al Muslit também reiterou que a intervenção russa e iraniana e o bombardeio dos aviões russos contra escolas e hospitais "são uma violação clara da lei internacional". EFE