Oposição síria pede reunião urgente da ONU para impedir massacre em Aleppo

O Conselho Nacional Sírio (CNS), principal grupo de oposição, pediu uma reunião "urgente" do Conselho de Segurança da ONU para impedir o massacre de civis que o regime pretende cometer, segundo a organização, em Aleppo.

Leia também:
Cerca de 100 morrem na Síria, ofensiva contra Aleppo tem pior cenário
Chefe da oposição síria pede a países amigos que armem os rebeldes
Imprensa síria chama Aleppo de 'mãe de todas as batalhas'
Bandeira gigante da rebelião síria é aberta na Torre Eiffel
Dilma cobra consenso do conselho da ONU por paz na Síria

Em um comunicado, o CNS afirma que "o regime sírio se prepara para cometer massacres" em Aleppo e pediu ao Conselho de Segurança que adote "as medidas necessárias para proteger os civis".

O comunicado também pede "aos países amigos do povo sírio a imposição de uma zona de exclusão aérea e a instauração de zonas seguras para dois milhões de deslocados".

Os violentos combates prosseguiam neste domingo em Aleppo, a segunda maior cidade da Síria, 355 km ao norte de Damasco, onde os rebeldes entricheirados em vários bairros resistiam ao avanço do Exército, em particular em Salahedin, um reduto dos insurgentes.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias