Oposição venezuelana reivindica vitória eleitoral em reduto de Chávez

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) concedeu ao PSUV vitórias no governo de Caracas e em 19 dos 23 estados nas eleições de domingo (AFP/Yuri CORTEZ)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A oposição na Venezuela reivindica uma "vitória" na terra natal de Hugo Chávez, o estado de Barinas, onde três dias depois das eleições regionais segue em suspense o vencedor do governo, dominado desde 1998 pela família do falecido ex-presidente.

“Sim, foi possível!”, gritavam cerca de 300 manifestantes que se concentraram nesta quarta-feira (24) a 50 metros da sede da autoridade eleitoral em Barinas, em apoio ao candidato da oposição, Freddy Superlano, que afirma ter quebrado a hegemonia de Chávez.

O candidato do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), o atual governador Argenis Chávez, é irmão do ex-presidente (1999-2013).

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) concedeu ao PSUV vitórias em Caracas e em 19 dos 23 estados nas eleições de domingo, com o retorno dos principais partidos opositores após anos de boicote e alegações de "fraude".

A oposição, que se recusou a participar das eleições de 2018, nas quais o presidente Nicolás Maduro foi reeleito, e das de 2020, quando o chavismo retomou o controle do Parlamento, ganhou por sua vez o comando de três estados.

Os resultados só precisam ainda ser confirmados em Barinas, onde nasceu Hugo Chávez em 28 de julho de 1954, que está à espera das últimas atas.

"Em poucas horas, nossa vitória deve ser oficializada", disse à AFP nesta quarta Superlano, que declarou em uma coletiva de imprensa que os atrasos nas atas são "desculpas".

No domingo, em um primeiro boletim com 90,21% das urnas apuradas em todo o país, a CNE deu a Argenis Chávez uma vantagem com 93.097 votos (37,05% dos contados) contra 92.424 de Superlano (36,79%).

str-erc/pgf/lm/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos