Oposição critica viagem de Eduardo Bolsonaro a Dubai: "Brinca de sheik enquanto população passa fome"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Eduardo Bolsonaro e a família em viagem a Dubai (Foto: Reprodução/ Instagram)
Eduardo Bolsonaro e a família em viagem a Dubai (Foto: Reprodução/ Instagram)
  • Oposição criticou viagem do deputado federal Eduardo Bolsonaro a Dubai com comitiva do governo

  • Filho do presidente Jair Bolsonaro levou a esposa e a filha e postou foto com trajes típicos da região

  • "Brinca de sheik enquanto população passa fome", escreveu deputado Marcelo Freixo

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, foi duramente criticado pela oposição por ter levado a família à viagem de comitiva do governo à Dubai, nos Emirados Árabes.

A ida de 69 integrantes do governo para “promover o turismo no Brasil” em evento de Dubai deve custar no mínimo R$ 3,6 milhões aos cofres públicos.

Leia também:

No caso do deputado Eduardo Bolsonaro, ele ainda levou a mulher, Heloísa Bolsonaro, e a filha de um ano. E a divulgação de uma foto em que a família está vestida com trajes típicos da região gerou revolta nas redes sociais.

Em seu perfil no Twitter, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) classificou a imagem como um “deboche”.

“Isso é deboche com os brasileiros. Eduardo Bolsonaro levou a família junto com a comitiva do governo à Dubai e brinca de ser sheik, enquanto 19 milhões de pessoas passam fome no Brasil”, escreveu.

A deputada Vivi Reis (PSOL-PA) também criticou a atitude e lembrou do aumento da fome no país.

“Eduardo Bolsonaro levou a mulher e a filha na comitiva oficial do governo a Dubai. São 69 integrantes que nos custarão 3,9 milhões, torrados em hotel SEIS estrelas e em passeios como este da foto, onde a família debocha dos brasileiros que passam fome e vivem na miséria. Absurdo”.

Um dia antes, Eduardo Bolsonaro divulgou um vídeo no Twitter defendendo o uso de dinheiro público para a viagem da comitiva do governo para participar do evento Dubai Expo. Segundo ele, sua presença é necessária para que se consiga estabelecer relações comerciais entre os dois países.

Mas negou o usou recursos públicos para a viagem. “Eu não estou vindo aqui com dinheiro público. A minha vinda tem zero reais de dinheiro do contribuinte. Mas poderia estar aqui com dinheiro publico, que ainda assim isso seria lucrativo e saudável para o Brasil”, disse o parlamentar em vídeo publicado no Twitter.

Gastos públicos com viagem a Dubai

Segundo levantamento do jornal O Globo, até o momento, foram gastos R$ 1,17 milhão entre passagens aéreas e diárias para membros de nove ministérios e da Vice-Presidência, de acordo com dados do Painel de Viagens, mantido pelo Ministério da Economia.

A legislação prevê uma diária que varia entre US$ 300 e US$ 350 para uma viagem aos Emirados Árabes. Com o câmbio atual, é um gasto de R$ 1.652 a R$ 1.927 por dia por pessoa.

A comitiva — cuja quantidade de pessoas chegou a ser questionada internamente pela área técnica de alguns ministérios — participa da Expo Dubai 2020 (adiada devido à pandemia) ou de eventos relacionados. 

O secretário de Pesca, Jorge Seif, definiu a viagem como um “trabalho-passeio” e “top demais”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos