Opositor cubano Guillermo Fariñas é libertado após prisão preventiva

·1 minuto de leitura
Um homem é preso durante uma manifestação contra o governo do presidente Miguel Diaz-Canel no município de Arroyo Naranjo, em Havana, em 12 de julho de 2021 (AFP/YAMIL LAGE)

O líder opositor cubano Guillermo Fariñas, ganhador do prêmio Sakharov do Parlamento Europeu, foi libertado após permanecer detido por algumas horas, uma medida para impedir sua participação em eventuais protestos, como os de 11 de julho, informou o dissidente nesta sexta-feira (10).

"Disseram a mim que tinham informações de que cidadãos descontentes estavam indo me procurar em minha casa porque não permitiriam nenhuma provocação como a de 11 de julho", disse à AFP por telefone, da cidade central de Santa Clara, onde mora.

Em 11 de julho, aos gritos de "Temos fome!" e "Liberdade!", milhares de pessoas realizaram protestos sem precedentes em cerca de 50 cidades cubanas. As manifestações terminaram com um morto, dezenas de feridos e centenas de detidos.

O jornalista e psicólogo, 59 anos, que realizou 23 greves de fome nos anos 2000, foi preso em casa na manhã desta quarta-feira e libertado no mesmo dia, às 20h30, disse.

Fariñas acredita que a ação pode ter sido motivada por um encontro na quarta-feira, dia da padroeira Nossa Senhora da Caridade do Cobre, com membros do Fórum Antitotalitário Unido (Fantu) para assistir a uma missa na Igreja da Boa Viagem, em Santa Clara.

Quando foi detido, ele foi examinado por um médico da delegacia, que informou que ele estava bem de saúde. Em seguida, o exame foi repetido no hospital militar daquela cidade, segundo a AFP. “Eles me trataram com muito profissionalismo”, garantiu.

Fariñas também é membro da União Patriótica de Cuba (Unpacu), a mais ativa organização de oposição, chefiada por José Daniel Ferrer, atualmente na prisão.

Em Cuba, toda oposição é ilegal e o governo acusa os dissidentes de serem financiados pelos Estados Unidos.

cb/ka/yow/jc/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos