'Orçamento secreto é a maior bandidagem já feita em 200 anos de República', diz Lula

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O ex-presidente Lula durante comício em Diadema
O ex-presidente Lula durante comício em Diadema

Em evento na manhã deste sábado em Diadema, na Grande São Paulo, convocado por partidos de esquerda que apoiam a pré-candidatura de Lula (PT) à presidência da República, o ex-presidente bateu duro no orçamento secreto:

— O orçamento secreto é a maior bandidagem já feita em 200 anos de república. Vamos ter que discutir (isso) com o Congresso. Quem administra o orçamento é o governo. O congresso legisla e o judiciário julga. Uma das nossas tarefas, minha e do Alckmin, é colocar ordem na casa — afirmou.

Diadema, no ABC paulista, foi primeira cidade a ser administrada pelo PT, ainda na década de 1980. O evento apresentou a chapa do pré-candidato do PT ao governo paulista, Fernando Haddad, com o ex-governador Márcio França (PSB) como candidato ao Senado. França desistiu da candidatura para ajudar a consolidar a aliança nacional entre PT e PSB.

Além de Lula, também marcaram presença o seu vice e ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), que saudou França como candidato ao senado, e o candidato a deputado federal Guilherme Boulos (PSOL).

Há representantes de todas as siglas que compõem a coligação Vamos Juntos pelo Brasil (PT, PCdoB, PV, PSOL PSB, Solidariedade e Rede).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos