Orla terá pelo menos 15 novos quiosques e postos reformados até o verão

·2 minuto de leitura

RIO — Até o fim do ano, a Orla Rio, concessionária que administra quiosques à beira-mar e postos de salvamento, vai investir R$ 2 milhões no trecho que vai de São Conrado ao Recreio e outros R$ 6 milhões na Zona Sul, do Leme ao Leblon.

— Estamos fazendo obras de novos quiosques, reformas de antigos e investindo em equipamentos. Acreditamos que este será o verão do século, agora com a vacinação, o retorno à normalidade, a possibillidade de ter eventos. Estamos esperançosos, ainda mais porque os quiosques são áreas abertas — afirma João Marcello Barreto, presidente da Orla Rio.

Além da reforma de todos os postos de salvamento, estão previstas as inaugurações de novos quiosques. O Mané Rio abriu há 15 dias em São Conrado, e o Quiosque da Célia, na Barra, que tem um pet park, começou a funcionar no último domingo. Até outubro, serão abertos em São Conrado o Barthô Pizza e o BBBeach, e a Barra receberá o Miami Beach Club e o Chamego, que facilitará o acesso de cadeirantes à areia. O Aloha, entre os postos 2 e 3 da Praia da Barra, deve reabrir no fim de novembro.

— Estamos em negociação para abrir um quiosque de joelho de porco no Recreio, e outros dois que pegaram fogo lá serão reabertos em 60 dias. Há mais dois em negociação — adianta Barreto.

Ainda estão previstas inaugurações dos quiosques Tatuí, no Leme; Arrastapé, Mané Rio, Mar de Copa, Fairmont e Finn, em Copacabana; e La Mare, em Ipanema.

A Orla Rio testa ainda o aplicativo Sabores da Orla, pelo qual os quiosques vão aceitar pedidos para entregar na areia. E lançará o programa “Vai dar praia”, sobre esporte, empreendedorismo e culinária, que será exibido às quintas-feiras em suas plataformas e na TV.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos