Orlando Bloom relembra acidente quase o levou à morte

·2 minuto de leitura
CAP D'ANTIBES, FRANCE - JULY 16: Orlando Bloom attends the amfAR Cannes Gala 2021 during the 74th Annual Cannes Film Festival at Villa Eilenroc on July 16, 2021 in Cap d'Antibes, France. (Photo by Samir Hussein/WireImage)
Orlando Bloom posa para os fotógrafos no Festival de Cannes, em 2021 (Foto de Samir Hussein/WireImage)

Resumo da notícia:

  • Orlando Bloom relembrou em sua conta no Instagram o acidente que quase o levou à morte

  • Em 1998, o ator caiu de uma altura equivalente a um prédio de três andares e esmagou a coluna

  • "Grato todos os dias por meus membros que me permitem empurrar meus limites e viver a vida no meu limite", escreveu ele

Orlando Bloom relembrou em sua conta no Instagram um acidente que quase o levou à morte. Em 1998, quando tentava escalar o terraço de uma cobertura, ele caiu de uma altura equivalente a um prédio de três andares após o cano de esgoto onde se segurava ir abaixo.

“Esse sou eu na minha cinta de costas por volta de 1998 cerca de 3 meses depois que caí e esmaguei minha coluna, escapando por pouco da morte e paralisia… Grato todos os dias por meus membros que me permitem empurrar meus limites e viver a vida no meu limite (mais seguro agora)”, disse ele.

Leia também:

Na imagem, ele aparece andando de bicicleta, usando um colete ortopédico, pouco tempo depois do acidente, Em entrevista à GQ, em 2005, o ator deu mais detalhes sobre o acidente - e analisou como ele foi importante para que ele mudasse radicalmente os hábitos da sua vida.

“Até então, eu não tinha um apreço saudável pela vida e pela morte — que não somos invencíveis. E por quatro dias, enfrentei a ideia de viver em uma cadeira de rodas pelo resto da minha vida. Fui a alguns lugares sombrios em minha mente", lembrou Bloom, hoje aos 44 anos, na época.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"O médico disse que não tinha certeza da gravidade do dano à medula espinhal. Lembro-me dele me dizendo isso e eu olhando para o teto, pensando: 'nunca olhei para tetos antes! E me pergunto se vou ficar olhando para tetos pelo resto da minha vida'", completou o ator.

“Quando saí do hospital, comecei a festejar imediatamente — com o colete ortopédico. Levei alguns meses para perceber que essa era a minha vida e não queria bagunçar tudo. Mas aquele acidente mudou tudo”, disse.

"Até você estar perto de perder o controle de si mesmo, você não valoriza. Eu costumava andar de moto e dirigir carros como se tudo fosse uma pista de corrida; era ridículo. Não era porque eu achasse legal; era só porque eu amei viver no limite. Mas eu esfriei", finalizou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos