Os 25 anos do fim da Guerra Fria

Os livros de história assinalam o dia 27 de Maio de 1997, como o dia do fim da Guerra Fria. O Presidente da Rússia na altura, Boris Ieltsin, foi recebido em Paris, no Palácio do Eliseu para a assinatura de um tratado com os 16 membros da NATO. O acordo previa a criação Conselho Conjunto Permanente NATO-Rússia, para que os dois países pudessem coordenar as políticas sobre a segurança na Europa.

Reunimo-nos para assinar um documento que vai garantir um ambiente confortável na Europa para todos os países, incluindo a Rússia.

Falou em "ambiente confortável" no entanto declarou-se incomodado com as intenções da NATO de acolher antigos membros do bloco soviético na aliança atlântica.

Porque esta nova NATO vai trabalhar com a Rússia, não contra ela, e ao reduzir a rivalidade e o medo, ao reforçar a paz e a cooperação, ao enfrentar ameaças comuns à segurança de todas as democracias, a NATO vai promover uma maior estabilidade em toda a Europa, incluindo na Rússia.

Ieltsin apanhou todos de surpresa, com o anúncio do desmantelamento das ogivas nucleares; prometendo que nenhum dos membros da NATO presentes seria mais alvo dos mísseis nucleares de Moscovo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos