Os 5 piores filmes originais da Netflix de 2020 até agora

Todd Van Luling
Taraji P. Henson (esq.), Terrence Little Gardenhigh e Ed Helms em

A Netflix já produziu vários filmes originais este ano, muitos dos quais foram grandes desastres repletos de estrelas.

Na semana passada, a Netflix estreou o último filme da Happy Madison Productions, A Missy Errada (que alcançou o topo das produções mais vistas na plataforma no Brasil), filmado no Havaí e estrelado por David Spade. A subsequente enxurrada de críticas negativas inspirou este resumo dos pontos mais baixos da Netflix em 2020 até agora.

Só incluo nesta lista filmes com essa vibe de “voar muito perto do sol”. Nenhuma das produções apresentadas abaixo é de cineastas indie ou promissores que precisam trabalhar com pequenos orçamentos. Todos esses filmes vêm de pesos pesados ​​da indústria, que deveriam fazer produções de alta qualidade (mas que, provavelmente, só queriam uma remuneração genorosa).

A Netflix também fez um esforço conjunto para colocar esses filmes nas páginas iniciais dos assinantes. A maioria deles superou o novo ranking de popularidade da plataforma em um momento ou outro. Isso se correlaciona fortemente com as pessoas que clicam na página inicial, em vez de procurar ativamente por filmes no catálogo.

Os assinantes certamente devem estar se sentindo queimados com essa estratégia de filme “me engane uma vez, me engane duas vezes, me engane repetidamente” pela Netflix.

Leia aqui a lista completa do Streamline:

A Missy Errada


Premissa:
Nesta comédia de férias co-produzida por Adam Sandler, um homem reservado na casa dos 50 anos conhece duas mulheres chamadas Melissa, ambas significativamente mais jovens que ele. Ele gosta da que é cerca de 10 anos mais nova e decide que a outra Melissa, que é cerca de 20 anos mais jovem, é louca demais para ele.

O homem decide convidar a Melissa que ele gosta para um retiro corporativo no Havaí, mas, por engano, envia um texto do convite para a outra. A princípio, parece que as travessuras da mais jovem das Melissas lhe custarão o emprego. Então ele percebe que...

Continue a ler no HuffPost