Os argumentos usados para Damares retirar a candidatura ao Senado

Para respaldar a retirada da candidatura de Damares Alves ao Senado pelo Distrito Federal, aliados de Jair Bolsonaro apresentaram dados de uma pesquisa interna do PL, não registrada no TSE, em que mostrava Flávia Arruda com 30% nas intenções de votos enquanto a ex-ministra da Mulher engantinhava com apenas 6%. Na justificativa, o entorno do presidente ainda alegou que o eleitorado brasiliense tinha pouco conhecimento do nome da pastora por ela não ser de Brasília.

Na segunda-feira, Damares retirou a candidatura após um pedido de Jair Bolsonaro em favor de Flávia Arruda, que disputará na chapa de Ibaneis Rocha (MDB), tendo o ex-governador José Roberto Arruda como candidato a deputado federal. O próprio presidente ligou para a ex-ministra para avisá-la de que não seria a candidata ao Senado. Ela ainda vai decidir se disputará a vaga na Câmara dos Deputados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos