"Os exercícios militares são concebidos para provocar medo"

A China intensificou esta quinta-feira, 04 de agosto, os exercícios militares perto de Taiwan, uma atitude que faz aumentar o receio de uma potencial invasão do território. Contudo, o professor Alessio Patalano, docente de estudos de guerra no Kings College de Londres não aponta esse cenário como sendo provável.

Os exercícios militares são concebidos para provocar medo

Alessio Patalano acredita que os exercícios militares são levados a cabo para provocar medo aos taiwaneses e para "dar a ideia de que a reunificação é inevitável, reforçada e subscrita pelo duro poder".

Apesar disso, o professor acredita que é uma coisa diferente "dizer que isto enfatiza as fases preliminares de uma invasão".

"Se os exercícios durarem mais tempo, isso poderá criar perturbações significativas no transporte marítimo e na economia taiwanesa porque as áreas onde os mísseis caem estão fora dos principais portos de Taiwan", acrescentou ainda.

A crescente tensão entre Pequim e Taipé, que se intensificou após a visita da representante norte-americana Nancy Pelosi a Taiwan, preocupa a comunidade internacional e já levou mesmo a ilha a fechar o espaço aéreo.

Entretanto, Pequim já ordenou que a marinha e a força aérea evitam a realização de exercícios militares na zona à volta de Taiwan.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos