Os sais mais cobiçados do mundo

·2 minuto de leitura

Preferido dos grandes chefs (e da realeza inglesa), o Maldon, “o rei dos sais”, com grãos em formato de pirâmide e crocância única, já pode ser visto pelas prateleiras das delicatessens cariocas. Sua clássica caixa de papelão, a mesma desde 1882, traz estampado o selo “By appointment to her Majesty The Queen”, a chancela de qualidade dada pela família real, fã do sal de Essex, no Sul da Inglaterra, que faz “ploft” no céu da boca. Nenhum dos sais especiais chega perto.

Para ter um gostinho da realeza, plebeus precisam desembolsar R$ 36 (250g) — ou R$ 31 (125g), na versão defumada, na Delly Gil (www.dellygil.com.br), no Leblon, que tem mais de 20 sais gourmet.

Desde que potinhos de flor de sal começaram a ser vistos em mercados por aqui, há coisa de pouco mais de dez anos, a variedade só faz crescer. Nos últimos cinco anos, houve um boom desse tipo de sal nobre, que serve mais para perfumar e finalizar o prato do que para salgar em si. Seu poder de salga é reduzido.

—Eles são cristais coletados com todo cuidado, de forma artesanal, nas salinas e secados ao sol. O que a flor de sal faz é potencializar o sabor do prato, salgado ou doce, e imprimir elegância — resume a chef Flávia Quaresma.

Dono do japonês Minimok, Eduardo Preciado é fã desses sais especiais. Chegou a comprar uma pedra de 4kg de sal rosa do Himalaia, que era ralado à mesa, sobre pratos. O xodó da hora é o sal negro do Chipre, que leva até dois anos para ficar pronto. Com uma pinça, coloca uma lasquinha sobre as peças de sashimis.

— São escamas, parecem um biscoitinho de sal — diz ele, que pagou R$ 100, por 100g .

Do preto ao rosa, passando pelo vermelho e azul, é vasto o arco-íris de sais gourmets encontrados aqui. Outros, como o Oshima Island Blue Label Salty, que tem até um clube de aficionados no Japão, ou o Smoked Chardonnay, defumado em barris de vinhos, só encomendando.

De grão em grão, elegantes e diferentões

La Baleine de Guérande:Le Saunier de Camargue:Sal Rosa ou Negro do Himalaia: Sal Negro do Paquistão:Sal trufado Vitar:Sal azul da Pérsia: Sal da SicíliaSal Vermelho Havaiano ou Alaea Sea Salt:Kala Namak: Cyrus Black Flake:Smoked chardonnay:Oshima Island Blue Label Salty: