Os vídeos do TikTok com 'super dicas' que podem esconder fetiches sexuais

Banana nos dedos dos pés
Peeling para o pé? Este tratamento com banana é apresentado como uma 'super dica', mas há algo mais acontecendo?

Você provavelmente já os viu na aba 'Para você' do TikTok: vídeos tolos e absurdos ensinando como fazer algo de maneira simples, uma "super dica".

Pés descalços mergulhados em silicone, mulheres espalhando comida nos dedos dos pés — aparentemente para combater a pele seca.

Muitas vezes anunciadas como dicas para facilitar sua vida, essas "soluções" são quase sempre totalmente irrealistas e inúteis.

Recentemente, usuários começaram a se questionar se esse conteúdo estaria atendendo sutilmente a um público com certos fetiches sexuais.

Basta dar uma olhada nos comentários desses vídeos, e você verá muitos sugerindo que há "algo mais" acontecendo.

As diretrizes do TikTok proíbem "conteúdo que retrata um fetiche sexual". Mas a empresa diz que revisou os clipes aos quais nos referimos e concluiu que eles não violam suas regras.

Uma das maiores contas desse tipo de conteúdo — que a reportagem da BBC optou por não identificar — tem 11 milhões de seguidores e seus vídeos receberam um total de 163,8 milhões de curtidas.

'Linhas tênues'

Um pé esfregando no sabonete
Pés são característica comum do conteúdo de uma conta popular no TikTok

A BBC pediu a Alix Fox, escritora, radialista e sexóloga, para assistir a alguns desses vídeos.

Muitos se concentram nos pés — um fetiche bem conhecido para algumas pessoas. Mas outros são mais obscuros.

Por exemplo, alguém sugere que, se sua calça jeans ficar apertada, você pode entrar no chuveiro com ela, para que fique molhada e seja mais fácil de retirar.

Alix observou temas como exagero, foco em partes específicas do corpo, uso de comida e bagunça, antecipação e humilhação — todos os quais ela diz estarem relacionados a tipos de fetiche.

Ela argumenta que as empresas que os postam estão cientes da imensa quantidade de espectadores que podem atrair.

Se você ler os comentários nos vídeos, muitos usuários parecem convencidos de que estão assistindo a conteúdo fetichista.

Em última análise, Alix acredita que é preocupante que crianças de 13 anos "possam ver comentários e discussões sobre tipos de erotismo" e até ser levadas a sites pornográficos.

"Os jovens estão sendo expostos a coisas confusas e sexualizadas na internet, deliberadamente ou não", diz ela.

Alix Fox
Sexóloga Alix Fox diz que os vídeos contêm marcas de vários fetiches sexuais

O conteúdo se tornou tão popular que o site adulto PornHub agora tem uma seção com temática parecida.

Mas, diz Alix, é "extremamente difícil provar" que esses vídeos pretendem atender a fetiches.

"As linhas entre o que é absolutamente sabido que os fetichistas vão querer assistir — versus apenas coincidência total... essas linhas estão se tornando cada vez mais tênues", diz ela.

Alix admite que, apesar das infinitas semelhanças entre esses vídeos e "as alegorias da pornografia", algumas pessoas podem simplesmente gostar de assistir a esses vídeos bobos como uma forma de relaxar.

"Se você sabe que um vídeo de dica será algo terrível e inútil, pode assisti-lo sem a sensação de que é algo a ser acrescentado à sua lista de coisas a fazer", diz ela.

É importante observar que alguns desses vídeos, mas não todos, também aparecem em outras plataformas.

Uma das contas dessas temáticas mais populares também tem uma forte presença no Facebook e no YouTube.

Unhas grandes
Conteúdo se tornou tão popular que site adulto PornHub agora tem seção com temática parecida

Um grande fator em sua popularidade no TikTok é o algoritmo do aplicativo.

"Os algoritmos recompensam esse conteúdo quanto mais reação dos usuários tiver", diz Alix.

"Não importa se esse comentário é positivo ou negativo, sexual ou inocente".

"Se esse engajamento está acontecendo, então você está trazendo dinheiro."

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/geral-64117404