Oscar 2020: Natalie Portman borda no vestido nomes de diretoras esnobadas pela Academia

RIO — Talvez a maior crítica feita às indicações do Oscar 2020 foi a ausência de mulheres indicadas a melhor direção. Entre os nove título selecionados para melhor filme, apenas um tem uma diretora (Greta Gwerwig, de "Adoráveis mulheres"). Gerou-se então, expectativa sobre possíveis alfinetadas na cerimônia. No entanto, as críticas já surgiram no tapete vermelho do Dolby Theatre.

A atriz Natalie Portman decidiu bordar na capa do seu vestido os nomes das diretoras mulheres que foram esnobadas pela Academia este ano. Entre eles, o de Greta.

— Quis reconhecer todas as mulheres que não foram reconhecidas pelos seus trabalhos — disse a atriz, venedora do Oscar por "Cisne negro", no red carpet.